Vídeos

Loading...

quarta-feira, 12 de maio de 2010

O ciclo da graça dizimal

O apóstolo São Paulo diz que a graça de dar gera uma graça de resposta, em retribuição.

Está aqui uma proposta para você viver ou para experimentar a graça de Deus em sua vida. Este é um ciclo contínuo... interminável. A maior questão do dízimo é saber experimentar o que Deus é capaz de fazer em sua vida.

E assim começa tudo de novo, sem fim, sem para jamais. Como diz o pastor Caio Fábio, não é o dízimo, mas é a dízima periódica da graça que gera graça, deixando a medida do dízimo pequena demais . A graça de dar gera a graça de receber. São Paulo fala da alegria. O dízimo só é autentico quando é feito com alegria de dar, que gera um custoso e constrangido sacrifício. O dízimo deve doer na alma. Lá dentro onde você e Deus fazem o grande e verdadeiro pacto de intimidade e oblatividade. Aí, sim, o dízimo começa a produzir os seus frutos, porque nasce das entranhas como que gerando um parto de vida nova.

Leia o artigo completo, acesse: www.idizimo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe você também. Deixe aqui seu recado.